10 de jun de 2010

Filo: Chordata



Este filo é derivado da evolução dos deuterostômios. Os Cordados podem ser divididos em protocordados (Urocordados e Cefalocordados), que são destituídos de coluna Vertebral, e em vertebrados. Classificados nos subfilos: Urochordata, Cephalocordata e Vertebrata.


O filo Chordata possui características exclusivas, que surgem no embrião durante o desenvolvimento e podem ou não persistir nos adultos. São elas:

  • Notocorda: um eixo de sustentação, que deriva do mesoderma do embrião (nos vertebrados é total ou parcialmente destituída pela coluna vertebral)

  • Sistema nervoso tubular, oco e dorsal, que origina-se de invaginação (dobras da membrana celular para o interior da célula) do ectoderma dorsal do embrião.

  • Sistema respiratório derivado da faringe (fendas branquiais): fendas que surgem nas laterais da faringe durante o desenvolvimento do embrião e que podem ou não persistir no adulto.

  • Cauda: uma região posterior ao ânus, sem vísceras.


Existem evidências de que os protocordados tenham sido os primeiros cordados a surgirem. Os Urocordados são os que apresentam as características mais primitivas do filo.

Paródia Cordados


Autoria da professora Maria Helena e cantado por Lucas Silva (vídeo postado no Youtube)

Fontes: Biologia (Sergio Linhares e Fernando Gewandsznajder; editora ática); Bio (Sônia Lopes; editora saraiva); Biologia 2 (Wilson Roberto Paulino; editora ática); www.wikipedia.org.br
(Escrito por Lorena Diniz e revisado pelo grupo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário